Páginas

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Paróquia Santa Luzia enviará para o Vaticano um relatório sobre a passagem do Padre Ibiapina pelo Sabugi. Saiba mais:

Padre Ibiapina/Jornal Correio da Semana
A Paróquia Santa Luzia recebeu na tarde desta sexta feira, 30 de novembro de 2018, comunicação do Padre José Floren, do Santuário de Santa Fé, solicitando um relatório sobre a passagem do Padre Ibiapina pela Paróquia Santa Luzia.

O relatório será enviado para  a Comissão da Causa dos Santos, no Vaticano, para ser anexado à documentação do Processo de Canonização do Padre Ibiapina que está tramitando na Santa Sé.

A Paróquia Santa Luzia solicita aos fieis que possuam algum relato sobre o padre que possa colaborar para o processo de canonização que procurem o leigo Rommeryto Augusto para contarem seu relato ou mostrarem documentos, recortes e quaisquer materiais que sejam importantes. O professor e historiador Rommeryto é integrante do COMIFO (Conselho Missionário da Forania) e será o responsável pela redação do relatório. 

Os colaboradores podem fazer contato pela página da Pascom no Facebook (clique AQUI) ou pelo email santaluziap@gmail.com.

A PASSAGEM DO PADRE IBIAPINA POR SANTA LUZIA
Em Santa Luzia há uma rua e um açude que receberam o nome de Padre Ibiapina. Isto se deve à sua passagem pela cidade entre os anos de 1862 e 1875. No primeiro ano de sua visita, o Padre criou a Casa da Caridade cuja função era receber as órfãs da cidade assim como as pessoas excluídas. No ano de 1863 o Padre deu início à construção do açude que durante muito tempo abasteceu a cidade e que hoje está poluído e com pouca água. Outro ponto importante da passagem foi a atuação do padre no enfrentamento de uma epidemia de cólera na segunda metade do Século XIX. O padre prestou assistência aos doentes e, também, organizou mutirões para construção de cemitérios para sepultar os que não conseguiram escapar. Um destes cemitérios está na cidade de Várzea.
:

0 comentários:

Postar um comentário