Páginas

sexta-feira, 11 de dezembro de 2020

Padre Fabrício: "A fé é entrega e comunhão com Cristo de forma incondicional".

Na noite de ontem, quinta feira, 10 de dezembro, aconteceu a sétima noite de celebração da Festa de Santa Luzia.

Na ocasião, a novena foi celebrada pelos noitários dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além das ONG's Anjos do Asfalto e Café Cultura, APAE e o Instituto Histórico e Geográfico de Santa Luzia.

No início da celebração o padre Elias Ramalho acolheu os devotos e devotas que, em grande número tem acompanhado as novenas pelo YouTube e Facebok, os que compareceram à Matriz e à Praça Silvino Cabral, além do Padre Fabrício, que foi o pregrador.

O diácono Adriano fez a proclamação do Evangelho. Em sua reflexão o padre Fabrício abordou a temática da fé destacando que ter fé significa compromisso, entusiasmo e coragem, sobretudo, diante das dificuldades da vida.

"Para você fé viva, você precisa ter hoje, dia 10 de dezembro, três palavras no coração: você precisa desejar, você precisa acreditar e você precisa decidir. Você tem que acreditar que a sua vida vai ser abençoada; você precisa desejar que a sua vida seja renovada e você precisa decidir por uma vida iluminada", destacou o padre. 

Padre Fabrício também lembrou aos fiéis que devemos olhar para Santa Luzia como o testemunho e exemplo de uma mulher que decidiu seguir a Cristo sem se abalar com as perseguições que viriam. Por fim, o pregador fez um momento de prece junto à Igreja.

Seguiu-se o rito da novena com comunhão, bênção do Santíssimo, ofertório e a ladainha. No momento dos avisos, o professor Paulo Maria, da ONG Café Cultura, fez a leitura de um texto alusivo aos 72 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, data que é celebrada no dia 10 de dezembro.

A penúltima novena da Festa acontece hoje, sexta feira, com a noite dedicada às comunidades urbanas e ao comércio e patrocinadores da Festa.

:

0 comentários:

Postar um comentário