Páginas

sexta-feira, 28 de janeiro de 2022

Padre Erivaldo Alves assumiu a Paróquia Santa Luzia. Saiba os detalhes.

A missa de posse do padre Erivaldo Alves como novo pároco de Santa Luzia aconteceu na noite de ontem, quinta feira, 27 de janeiro de 2022, na Igreja Matriz.

O novo pároco foi conduzido pelos diáconos permanentes Adriano e Jarbas até o patamar da Matriz onde ocorreu a acolhida com a execução de dobrados pela Banda Duarte Machado. Em seguida, o padre incensou a porta central da igreja e seguiu pela nave central fazendo a aspersão da comunidade.

Deu-se início à missa de posse que foi presidida pelo senhor bispo diocesano, Dom Eraldo Bispo da Silva, e concelebrada pelos padres Cláudio Oliveira Alves, Dartagman Norberto Pereira, Erivaldo Alves, Luiz Gonzaga, Josivam Almeida  e Rodrigo Trindade. Também participaram os diáconos Adriano e Jarbas, além dos seminaristas e do estagiário Maurício Lucena.

Em suas primeiras palavras, o bispo fez uma catequese sobre a razão das transferência de um padre destacando que não se trata de premiar ou de punir o padre ou a comunidade, mas de proporcionar um enriquecimento da experiência pastoral e missionária das comunidades por meio da circulação dos carismas e habilidades dos padres por todas as paróquias.

O padre Luiz Gonzaga, que é o vigário forâneo do Vale do Sabugi, fez a leitura do decreto de provisão do padre Erivaldo como novo pároco de Santa Luzia. Seguiu-se com os ritos iniciais da celebração. A solene procissão de entrada da Palavra de Deus foi realizada com representantes de todas as pastorais e movimentos da Paróquia seguindo-se com as leituras. 

Em sua reflexão, dom Eraldo ressaltou dois sentimentos presentes na ocasião da posse que são a gratidão e a esperança. O bispo se referiu ao trabalho desempenhado  pelo padre Elias ao longo do tempo em que ele esteve à frente da Paróquia. Já a esperança está relacionada ao desejo de crescimento da Paróquia a partir dos novos carismas trazidos pelo padre que toma posse. Dom Eraldo exortou a comunidade a continuar com sua característica de acolhimento e bom cuidado com os padres e com a missionariedade do povo da paróquia. O bispo se reportou ao estagiário Maurício que está concluindo sua preparação para a ordenação como diácono e, depois, como padre.

O rito da posse foi concluído com a profissão de fé realizada pelo padre Erivaldo Alves que recebeu abraço afetuoso do bispo que, por sua vez, fez recomendações ao novo pároco.

Após a comunhão, o diácono santaluziense Adriano Patrício Lima Oliveira proferiu, em nome do povo de Santa Luzia, suas palavra de acolhimento ao novo pároco. Adriano ressaltou as saudades deixadas pelo padre Elias Ramalho e seu legado ao longo dos nove anos. O diácono lembrou a última recomendação do padre Elias que foi acolher, com muito carinho, o novo pároco. Ao padre Erivaldo, além do acolhimento, Adriano manifestou o desejo das lideranças pastorais trabalharem conjuntamente com o padre para fazer avançar a paróquia.

Em seu primeiro pronunciamento, padre Erivaldo Alves deixou evidente o seu amor já sentido pela paróquia Santa Luzia e a sua grande vontade de realizar um grande trabalho fazendo jus ao seu título de terra da Luz, terra da energia. "Agradeço à Paróquia de Santa Luzia por me conhecer, por me acolher desde o início. Obrigado, sobretudo, pela disposição de trabalharmos juntos. Agora sou vosso padre, sou morador desta cidade e, desde já, já posso chamá-la de nossa Santa Luzia", destacou padre Erivaldo.

Também o estagiário Maurício Lucena fez seu primeiro pronunciamento colocando os seus dons e suas habilidades para servir e ser luz para as pessoas. "Eis ai a tarefa do cristão: iluminar, irradiar luz... Estarei aqui a serviço como alguém que deseja auxiliar, que deseja estar em comunhão, que deseja estar em unidade, mas, sobretudo, como alguém que deseja ser luz. não uma luz que brilha mais do que as outras, mas, como diz padre Zezinho, luzes que brilham juntas, velas que queimam juntas no altar da esperança".

A leiga Maria José Lacerda fez a leitura da ata redigida por ela a qual foi assinada pelos presentes.  Dom Eraldo agradeceu a acolhida e a organização e manifestou o desejo de fazer avançar a estruturação da área pastoral de São José Operário. Após a bênção final, padre Erivaldo recebeu os cumprimentos das lideranças pastorais e da comunidade presente na Matriz.


:

0 comentários:

Postar um comentário